Adaptação de pet na Irlanda

Após a longa viagem que detalhamos para vocês no último post, neste post iremos fazer um relato de como foi a adaptação da nossa gatinha após a sua chegada na Irlanda.

Como esperado, a nossa gatinha chegou bastante assustada na nova casa, e nós tentamos fazer de tudo para adaptá-la ao novo lar. O esposo comprou o mesmo modelo de caixa de areia que ela usava no Brasil, o mesmo tipo de areia, e comprou também um arranhador novo. Mas um detalhe deixamos escapar: a ração. O esposo comprou a ração Acana, uma ração com um alto percentual de proteína, de ótima qualidade, mas que era diferente da ração que ela comia no Brasil (a ração que ela comia no Brasil não vende aqui – Golden – e não tinha alto índice de proteína). Não, não é permitido trazer do Brasil comida de animais para a Irlanda. O que deveríamos ter feito, e que acabamos nos passando por conta de todos os preparativos da viagem, era pesquisar quais comidas de gatos eram vendidas nos dois países, comprar a mesma comida ainda no Brasil e fazer a introdução aos poucos, alguns meses antes ainda lá no Brasil. Então, para ajudá-los nessa busca, indicamos alguns sites de lojas que vendem ração de animais na Irlanda e que vocês podem consultar, escolher uma ração para os seus pets e fazer a adaptação da ração antes de chegarem, diminuindo as chances de ocorrer rejeição à nova comida (https://www.petstop.ie/http://www.maxizoo.iehttps://petworld.ie/).

Após tentarmos oferecer a ração Acana para a nossa gatinha e ela se recusar a comer ou comer muito pouco, decidimos dar a ela a comida úmida hipercalórica AD da Hills diluída em água e na seringa (que uma veterinária tinha nos indicado quando mudamos de apartamento no Brasil e ela ficou sem querer comer). Tentamos também adaptá-la com outra ração que foi recomendada por muitas pessoas do grupo no Facebook “Meu Pet na Irlanda”, a Royal Canin Aroma Exigent. Além dessa ração, fizemos uma tentativa com a ração Select Gold de frango para gatos adultos, mas nossa gatinha continuou comendo uma pequena quantidade, às vezes comendo a Select Gold e outras a Royal Canin. Então, deixamos 3 potes espalhados pela casa, cada um com um tipo de comida, para ver qual a atraía mais.

Nossa primeira experiência com veterinário na Irlanda

Após percebermos que ela continuava sem apetite, comento muito pouco e fazendo cocô num intervalo de tempo muito grande, perdendo peso (já tinha perdido cerca de 500g do peso que estava no Brasil em menos de 15 dias) e pesquisar as implicações que podem ocorrer quando gatos não se alimentam direito, decidimos levá-la no veterinário aqui em Dublin. Após consulta e exame clínico com a veterinária, ela sugeriu fazer exame de sangue para verificar as enzimas do fígado e rins e prescreveu também 1/4 de comprimido Mirtazapina para estimular o apetite, além de nos dar os outros 3/4 de comprimido para darmos 1/4 a cada 3 dias. Algumas horas depois, a veterinária nos ligou informando que o resultado do exame de sangue tinha apresentado algumas pequenas alterações nas enzimas de fígado e rins, e nos recomendou fazer uma ultrassonografia abdominal para verificar se tinha algum problema mais sério nesses órgãos. Então, decidimos fazer o exame para ficarmos mais tranquilos e buscar um diagnóstico mais preciso da nossa gatinha. 3 dias após a consulta, foi feita a ultrassonografia e não foi detectado nenhum problema no fígado e nem nos rins. Então, a veterinária sugeriu fazer um exame de sangue mais completo e a aplicação de uma injeção de dexametasona também para estimular o apetite, que fez o apetite da nossa Elsa voltar com tudo!

Foi então que, 10 dias após a aplicação da injeção de dexametasona, a nossa gatinha parou de comer novamente e decidimos levá-la de novo ao veterinário. Como a veterinária que estava a acompanhando estava de folga durante aquela semana, outro veterinário atendeu e consultou todo o histórico clínico disponível no sistema da clínica. O veterinário examinou e não encontrou nenhum problema aparente e recomendou que o próximo passo seria fazer o exame para detectar FIV/FELV para descartar a possibilidade dela ter algum desses vírus encubado e que com o stress da viagem tivessem sido “acordados”. Mas ele falou também que essa falta de apetite poderia ser relacionada à adaptação ao frio, à nova casa e à nova ração. Então, eu decidi não fazer o exame recomendado naquele momento e sugeri que fosse dada mais uma injeção estimulante de apetite. O veterinário concordou, aplicando então a depo-medrone, que disse ser de longa duração (mas eu acabei esquecendo de perguntar por quanto tempo duraria o efeito da injeção). Já se passaram 64 dias após a aplicação da última injeção e desde então a nossa Elsa ainda continua comendo bastante e até já recuperou algumas gramas perdidas. Estamos torcendo para que ela permaneça assim.

Vale a pena frisar que aqui na Irlanda os veterinários não entregam o resultado de nenhum tipo de exame (de sangue, ultrassonografia, etc), apenas mostram no computador deles. Pelo menos foi essa experiência que tivemos na clínica (Ark Vetcare) que fomos.

Primeiros custos com veterinário

Abaixo compartilhamos os custos (em euros) que tivemos com Elsa nessas idas à clínica veterinária, para que vocês tenham uma ideia e também estejam preparados caso seja necessário levar os pets de vocês.

custos vet elsa

Esperamos que o post ajude vocês a planejarem a adaptação dos seus pets e qualquer dúvida é só deixar nos comentários que nós responderemos.

Até mais!

Anúncios

15 comentários sobre “Adaptação de pet na Irlanda

  1. Silvia Cunha

    Saudações do Porto!

    Minha Phoenix tbem parou de comer e ate se recusou a beber agua,devido ao stress da viagem,o que levou a ultrassom,exames de sangue,urina,uma tarde tomando soro(ela é levemente renal e a condição poderia ser agravada).Isto tudo me levou a cancelar a reserva em um quarto que eu tinha feito em uma casa pelo airbnb perto de Dublin e prorrogar minha estadia em Portugal,pois acredito que morar em um quarto,mesmo sendo grande,por um mes ,lesaria e muito a saude de minha gatinha.Os gastos que tive aqui são pelo menos,metade do preço da Irlanda e aqui consigo alugar um apartamento inteiro por um custo razoavel,o que estou achando impossivel de encontrar na irlanda!A kitinet claustrofobica mais baratinha que vi ,custava 2000e.
    Gostaria MUITO de saber se vcs acreditam que em um mes consigo alugar um apto de um quarto por ate 1000e ou se corro o risco de não conseguir nada pet friendly…Ta dificil encontrar um lugar na Irlanda.

    Curtir

    1. Olá Silvia!

      Esses filhotes quase nos matam do coração né? Eles são tão sensíveis com esses movimentos. Espero que a Phoenix esteja melhor.

      Bom, realmente a sua pergunta é muito difícil de responder, pois a situação de aluguéis aqui em Dublin é bem complicada, os aluguéis são muito caros mesmo! Achamos que conseguir um aluguel rápido depende de alguns fatores: o tipo de imóvel que vc está procurando, o seu perfil (com animais é ainda mais complicado), se tem um extrato bancário mostrando que você tem condições de pagar o aluguel e cartas de referência dos antigos empregadores (se ainda não tem emprego aqui), e se tem cidadania europeia.

      Nós nos fazíamos essa pergunta (de quanto tempo o esposo levaria para conseguir um lugar definitivo para nós) frequentemente antes do esposo vir para Dublin, já que não queríamos ficar muito tempo separados e que tínhamos que programar a viagem da esposa com a nossa gatinha. Nós não tivemos dificuldades em conseguir o nosso apto pet friendly pois mostramos o extrato do banco e 2 cartas de referência dos 2 últimos empregos do marido (uma das empresas era multinacional conhecida aqui o que deu uma certa tranquilidade ao corretor de que o marido iria conseguir emprego com facilidade, que foi o que ocorreu).

      Desejamos que tudo ocorra bem e que você encontre um lugar super rápido para vocês.

      Qualquer dúvida estamos aqui.

      Abraços,
      Casal 20

      Curtir

      1. Silvia Cunha

        Muito obrigado novamente pelos esclarecimentos.A questão do aluguel em Dublin para quem viaja com pets é ainda mais complicada do que para quem vai sem gatinhos.
        A Phoenix voltou a comer e esta feliz aqui.
        Por enquanto ficarei aqui no ensolarado Porto,onde questões como aluguel,clima,comida e preços são mais agradáveis que na Irlanda.
        Abraços,

        Curtir

  2. Jessica

    Oi gente, boa tarde!
    Agora fiquei preocupada..nao pode levar nadinha de ração de gatos? Nem na mala despachada?
    Eu nao tava planejando levar sacos de ração lacrada, mas pensei em por pelo menos um saquinho com um pouco da ração do meu gato.
    Uma amiga minha fez isso quando foi do Egito pra Alemanha e me recomendou fazer..

    Curtir

    1. Jessica, a gente não arriscou fazer, pois conhecemos algumas pessoas que foram detectadas com a ração e os oficiais mandaram descartar a ração e fica aquele climão, sabe? Acreditamos que seja melhor fazer a adaptação da ração que será introduzida ao animal na Irlanda ainda no Brasil.

      Curtir

    1. Olá Kamilla! Infelizmente não conhecemos essa ração. Dá uma olhadinha nos links que coloquei no início do post e vê se vc encontra. São os principais locais que vendem artigos para pet aqui em Dublin.

      E sobre a bolsa, a TAP não mediu não, apenas olhou o tamanho da bolsa no momento do check-in.

      Abraços,
      Casal 20

      Curtir

  3. Jessica

    Encontrei a ração da Pro plan que meu gato come, mas só no site do Zooplus.ie!
    Chegando aí acho que vou adaptar ele à alguma ração que seja mais fácil de achar.
    Espero que eu consiga e nao seja tão dificil.
    A Acana vcs falaram que é boa então ne?
    Sabem se a James Wellbeloved é boa? Ouvi falar bem da Orijen também..

    Curtir

  4. Natalia

    Olá, gostaria de saber se alguém tem mais algum relato sobre encontrar moradias pet friendly em Dublin.
    Pretendo ir em janeiro com o meu marido, e quero levar minha cachorrinha Mel comigo.
    Tenho medo de não conseguir nada….

    Curtir

    1. Olá Natalia, realmente a questão de moradia por aqui está complicada, ainda mais para quem tem pets.

      Recomendamos que vc ou o seu marido venha na frente ou que tragam a sua cachorrinha apenas quando conseguirem moradia.

      Acompanhem o site de aluguel de imóveis (daft) para ter uma ideia.

      Boa sorte!
      Abraços,
      Casal 20

      Curtir

  5. Danieli

    Olá!!

    Adorei as postagens sobre os procedimentos e a viagem da gatinha de vocês. Espero que ela esteja ótima e mais adaptada.

    Obrigada, mesmo, pelas postagens. Estão nos ajudando munto para levarmos nossas gatas para Cork. São 6!!!

    Novamente, obrigada!

    Curtir

  6. Parabéns pelo blog, conheci hoje e já li todos os posts hahaha…
    Minha história é um pouco parecida com a sua!
    – Eu e meu marido queríamos ir para o Canadá, mas como não somos fluentes no inglês e tantos outros detalhes não se encaixavam, depois de muitas pesquisas, decidimos pela Irlanda.
    – Meu marido tem passaporte europeu, no caso, ele tem cidadania Portuguesa.
    – Temos uma cachorrinha de pequeno porte, que irá conosco, ou seja, já peguei suas dicas sobre ir por Portugal (eu ia ir de ferry pela França), temos muitos parentes lá que podem nos ajudar também na locomoção.
    – Peguei sua dica de pedir recomendações de empresas no Brasil para poder alugar casa/apto pet friendly. Ah… peguei a dica também do marido ficar hospedado em um quarto pelo airbnb até conseguir o lugar definitivo, e também antes de ir fazer uma movimentação de reservas pela conta dele rs.
    – No meu caso, eu(esposa) que sou da área de TI, então também ficamos animados por ter muitas empresas com sede na Irlanda.
    Irei na metade de 2018 😀
    Espero que você continue alimentando esse blog, ele é muito bom.

    Curtir

  7. Olá Monique, tudo bom? Ficamos felizes que esteja gostando do blog e que temos histórias semelhantes.

    É maravilhoso saber que contribuímos no seu plano de imigração para a Irlanda.

    Infelizmente com a correria do dia a dia não estamos conseguindo escrever tanto no blog, mas estamos ativos no Instagram, nos segue lá e qualquer dúvida é só chamar.

    Abraços,
    Casal 20

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s